segunda-feira, 25 de outubro de 2010

BIODIVERSIDADE: CRIAÇÃO DO DEUS VIVO

BIODIVERSIDADE: CRIAÇÃO DO DEUS VIVO

Cada ser vivo possui funções particulares e carrega em si a engenhosidade e arquitetura criadora de um Ser perfeito e que pode analisar cada detalhe de cada parte e fazer funcionar um todo de forma que um sistema pode estar inserido dentro de outro sistema, mantendo uma conectividade e continuidade e organização. Cada ser vivo tem várias caracteristicas, muitas interdependentes e suas partes tem funcionalidades e a própria especie é funcional.
Até hoje a ciencia não chegou a descobrir a quantidade de espécies há no planeta. Até o momento são cerca de 1,4 milhões de espécies já descritas. Há estimativas entre 2 milhões a 5 milhões.
A biodiversidade é "a riqueza da vida na terra, os milhões de plantas, animais e microorganismos, os genes que eles contêm e os intrincados ecossistemas que eles ajudam a construir no meio ambiente" (Fundo Mundial para a Natureza-1989); ou ainda “a variabilidade de organismos vivos de todas as origens, compreendendo, dentre outros, os ecossistemas terrestres, marinhos e outros ecossistemas aquáticos e os complexos ecológicos de que fazem parte; compreendendo ainda a diversidade dentro de espécies, entre espécies e de ecossistemas” (Convenção sobre Diversidade Biológica, 1992)
Sendo assim podemos dividir a biodiversidade em 3 níveis:
1-DIversidade de espécies: é o conjunto de todas as espécies existentes. A quantidade de espécies existentes.
2-Diversidade genética: é a diversidade dentro das espécies, a diversidade de genes.
3-Diversidade de ecossistemas: é o conjunto de ecossistemas existentes.

Sem esses 3 níveis não haveria um planeta borbulhando vida como conhecemos.


Entender isso é entender que existe um Criador e que Ele é fantástico, suas obras retratam a glória de um poder sustentantador, criador e salvador. Todas as características das condições para que exista a vida levam em direção a necessidade e obrigação de se existir um Criador.

A Bíblia diz acerca da diversidade de formas de vida:
"Que variedade, Senhor, nas tuas obras! Todas com sabedoria as fizeste; cheia está a terra das tuas riquezas".(Salmo 104:24)
Em Gênesis vemos também uma passagem que nos remete a biodiversidade através de uma generalização de várias espécies sendo classificadas por grupos (Genesis 1:20-25). Por exemplo através das expressões: "Todos os seres viventes que" (...); "todas as aves, segundo as suas espécies"; "conforme a sua espécie".

A teoria ecológica afirma que a diversidade de organismos é positiva. Isso gera complexidade ecológica, aumentando os serviços ecológicos. Por exemplo: abelhas polinizam várias plantas, morcegos são dispersores de sementes e polinizadores. Sem esses dois animais toda uma imensa cadeia de relações poderia ser destruída. Os ácaros utilizam os bicos de beija-flores como "veículo" de transporte para ir de uma flor a outra, de flor em flor, plantas que servem de abrigo a formigas,  corais que dependem  de algas, fungos que se unem a algas e formam líquens, a biota que fornece condições para o solo. Ciclgem de nutrientes através de decompositores como bactérias que transformam nitratos e nitrito para que os vegetais absorvam nitrogênio ou o nitrogênio volte para a atmosfera. Eu poderia citar vários exemplos...
A diversidade genética é positiva e necessária à medida que o ambiente muda e também para que não haja cruzamento genético parecido, o que pode gerar crias fracas, inférteis, falta de resistência a doenças.
A diversidade biológica tem seu grande valor pelo simples fato de existir. É intrínseco. A natureza louva a Deus. Se as espécies estão aqui foi porque alguém as criou e se alguém as criou isso significa que são importantes para seu Criador.

"Tudo quanto tem fôlego louve ao SENHOR. Louvai ao SENHOR!"
(Salmo 150:6)

Estudar ecologia é estudar a vida e dar de cara com a certeza da existência de que Deus existe e está vivo!

O Deus da Bíblia é esse Criador, o mesmo do Gênesis e o mesmo que se chama pelo nome de Jesus; o primeiro e último de Isaías 44:6 e o alfa e ômega de Apocalipse 22:13. Aquele que criou tudo também é suficiente para Salvar tudo. Aquele que fez a Terra não para ser caos mas para ser habitada (Isaías 45:18) é aquele que descerá do céu e reinará e a Terra se encherá do conhecimento santo e de amor. É aquele que fará homens andarem com animais sem medo e nem morte. O eterno, o Deus da vida, o vencedor que mostra que o amor vence e Ele próprio é a condição de existência e de se estar vivo.


Glórias eternas ao Deus vivo para sempre e sempre,amém!!!

Nele, que me mostrou sua existência como escrito em Romanos 1:20,


Jorge Tonnera Júnior        

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...